Social

04/12/2018 02:24

Xuxa diz ter sido abusada pela ex-empresária Marlene Mattos

ROMPEU SILÊNCIO

Xuxa diz ter sido abusada por empresária

CARAS

 
xuxa-e-marlene-mattos-822354.jpg

 

Xuxa Meneghel concedeu uma entrevista reveladora para a revista CARAS da Argentina nesta sexta-feira, 21.

A apresentadora de 55 anos abriu o jogo sobre o relacionamento pessoal e profissional que mantinha com sua então empresária, Marlene Mattos.

 

Leia trechos da entrevista na íntegra:

CARAS - Alguma vez trabalhou pensando no dinheiro que os seus shows gerava? Alguma vez já pensou em trabalhar com crianças como uma ponte para se tornar uma milionária?

Xuxa Meneghel - Eu nunca soube o que ganhava ou quanto meu show lucrava. Eu fui tão inocente que me roubaram muito.

- Te roubaram e você nunca soube do golpe financeiro?

- Eu posso dizer que trabalhei na Argentina, na EEUU [Emissora de TV], na Espanha e depois de um curto período de tempo, a única coisa que encontrei foram dívidas. Eu nunca soube o quanto ganhei na Argentina. Eu nunca soube o que o canal me pagou e nunca perguntei.

- Tudo foi tratado pela sua então empresária, Marlene Mattos?

- Sim, eu não tinha uma única conta corrente. Deixava tudo nas mãos de outras pessoas. Eu nunca fiz nada para ganhar mais dinheiro porque jamais me interessei.

-Depois de ter sido roubada por tantos anos, como se planeja financeiramente?

-Lamentavelmente, aprendi a desconfiar das pessoas. Mas também sei que tenho que ter pessoas ao meu lado que lidem com a parte financeira. O artista trabalha com emoção. Agora eu não coloco toda a minha confiança em uma só pessoa, porque até o advogado que eu tinha na época me roubou. Hoje eu não coloco meu império sobre o meu trabalho, mas não tenho uma única pessoa que administre tudo o que eu gero. Infelizmente, nunca terminamos de conhecer o ser humano, e quanto mais o conheço, mais amo meus animais e as crianças. Porque quando olham para mim não querem saber se tenho dinheiro ou não.

- Se sentiu usada ...

- Eu me senti usada, abusada ...

-Como você poderia sustentar essa energia luminosa trabalhando com crianças sendo usada e maltratada por sua própria empresária?

- Eu amava muito a Marlene, eu a amava e colocava meu amor e meu respeito por ela na frente de qualquer coisa.

-Você já teve uma conexão mais profunda com ela que não era puramente profissional?

 -Não, e eu acho que se eu tivesse, eu não seria capaz de aguentar. O ruim é que as pessoas que começam a trabalhar comigo, vendo que eu não vou atrás do dinheiro, sentem que são responsáveis ​​pelo que sou. Eles não valorizam o que eu sou, eles não me respeitam ... eles sentem que o que eu posso ser ou provocar para o meu público é uma responsabilidade e uma conquista deles. E o que eles não sabem é que meu único capital sou eu. Todos aqueles que trabalharam comigo acreditam que são eles que têm esse capital e êxito. Isso eu também aprendi a observar através do tempo e do crescimento pessoal.

- Haviam rumores de que você tinha relações íntimas com Marlene e uma certa aproximação com suas famosas paquitas ...

- Aqui, no Brasil, uma vez disseram que eu abusava das paquitas. Tudo mentira! Eu acho que essas coisas foram ditas porque naquela época, nos anos 90, eu não estava com nenhum homem. E se eu não estava com nenhum homem era porque Marlene não me deixava.

- Certamente porque ela gostaria de tê-la só para ela.

- A única coisa que a Marlene queria é que eu focasse 100% no meu trabalho. Se eu tivesse me apaixonado por Marlene ou outra mulher, eu teria dito , porque teria me expressado através do meu corpo, meu rosto, meus olhos...


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo