Social

06/11/2018 10:26

Jogador Daniel estava em festa de suspeitos

REVELAÇÃO

Jogador Daniel estava em festa de suspeitos

G1

 

Vídeos gravados horas antes da morte do jogador Daniel Corrêia Freitas, de 24 anos, mostram o atleta na comemoração da família de Edison Brittes, que disse em entrevista à RPC Curitiba, ter matado o jogador. Assista ao vídeo acima.

Nas imagens, Daniel aparece na festa de aniversário da filha de Edison, Allana Brittes. A festa começou na sexta-feira (26), em uma casa noturna de Curitiba, e continuou na manhã de sábado (27), na casa da família, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

Daniel, segundo a Polícia Civil, foi espancado na casa e, depois, levado para um matagal, onde o corpo dele foi encontrado. A morte foi causada por ferimento por arma branca, de acordo com a apuração preliminar do Instituto Médico-Legal (IML).

Edison Brittes disse que matou o jogador, sob descontrole emocional, porque Daniel tentou estuprar Cristiana. O empresário, a filha e a esposa foram presos temporariamente.

Depoimentos

Nesta segunda-feira (5), a Polícia Civil começou a ouvir os suspeitos de envolvimento no crime. Allana e Cristiana Brittes, filha e esposa de Edison, prestaram depoimento.

Segundo a polícia, o depoimento de Edison também estava previsto para o mesmo dia mas foi adiado, sem data definida.

Cristiana falou durante uma hora e meia. Disse que, enquanto dormia, acordou com Daniel deitado em cima dela e que começou a gritar assustada.

Segundo Cristina, ele estava "excitado", "trajando apenas cueca" e passava a mão pelo corpo dela. A mulher de Edison afirmou também o jogador dizia: "Calma, é o Daniel".

Cristiana relatou ainda que o marido começou a agredir o jogador ainda dentro do quarto e que ela apenas pedia para que parassem as agressões.

A defesa da família de Daniel nega que ele tenha tentado estuprar Cristiana.

Já Allana contou que, quando entrou no quatro, viu o jogador apenas de cueca e o pai dela segurando o jogador pelo pescoço. No depoimento, ela contou que o pai dizia que Daniel estava "na cama que ele dorme com a mulher, mãe das filhas dele".

Falou também que Daniel tentava dizer algo, mas que não conseguia.

Edison liga para amigo de Daniel

Ouça a gravação de telefonema de Edison Brittes para amigo de Daniel

Uma gravação, obtida com exclusividade pela RPC Curitiba, mostra uma ligação feita por Edison Brittes Júnior a um amigo do jogador. A ligação foi feita na segunda-feira (29), logo depois que a polícia começou a ouvir os primeiros depoimentos na investigação do caso.

A gravação foi anexada nesta segunda-feira ao inquérito, segundo a polícia.

No telefonema, ele lamenta a morte de Daniel para o amigo.

EDISON: "Que tragédia. triste, muito triste. Mas a gente... pensa em uma forma de a gente poder ajudar e vamos fazer de tudo pra poder ajudar vocês também".

O empresário também diz ao amigo que Daniel saiu sozinho da casa da família.

EDISON: "Cara, a gente também não sabe o que aconteceu. Só que ele foi embora. Ele pegou, ele não saiu do celular, pegou e foi embora. Você viu o tamanho que é o terreno aqui da minha casa. Ele saiu aqui para a frente e foi embora. A gente não viu mais nada".

Na conversa por telefone com o amigo do jogador, o empresário diz que a família estaria abalada com o caso.

EDISON: "Nem fale, cara, o desespero. Minha filhinha, aqui, está no desespero também. A Allana, cara, meu Deus, a Allana está em choque, cara. Meu Deus, eu tive que dar até calmante para a Allana".

Ao final do áudio, Edison falou sobre o telefonema que fez à família do jogador após o crime, e contou sobre uma relação de amizade entre a família Brittes e Daniel.

EDISON: "Meu Deus, sem palavras. Imagine, ele veio de longe só para vir no aniversário dela. Ele era uma pessoa muito querida pela gente".

Suspeitos de envolvimento na morte do jogador Daniel começam a ser ouvidos

Daniel

Daniel Corrêa Freitas nasceu em Juiz de Fora (MG), e jogou pelo Coritiba, em 2017. Ele estava emprestado pelo São Paulo ao São Bento, equipe que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

O jogador foi revelado pelo Cruzeiro e também jogou pelo Botafogo e pela Ponte Preta.

O corpo dele foi velado e enterrado em Conselheiro Lafaiete (MG), cidade onde mora a família.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo