Notícias

13/01/2019 09:36

Caso Valley: Sobrevivente de atropelamento na frente da Valley saberá da morte dos amigos com ajuda de psicólogo

Sobrevivente de atropelamento na frente da Valley saberá da morte dos amigos com ajuda de psicólogo

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Jan 2019 - 11:42

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Sobrevivente de atropelamento na frente da Valley saberá da morte dos amigos com ajuda de psicólogo
Hya Girotto, única sobrevivente do atropelamento que aconteceu em frente à boate Valley no último dia 23 de dezembro, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral logo após o procedimento cirúrgico realizado em seu braço na última quarta-feira (9). Na sexta (11), ela passou por uma angiotomografia no tórax, e a família aguarda os resultados. A estudante, no entanto, ainda não sabe da morte dos amigos Ramon e Myllena, e saberá apenas com a ajuda de psicólogos.
Leia também:
Sobrevivente de atropelamento na Isaac Póvoas deixa UTI e deverá passar por nova cirurgia
Segundo informações de amigos, no entanto, o que aconteceu só será esclarecido para Hya depois que ela estiver recuperada. “Não, ela não sabe! Ela vai saber através de um psicólogo. O que ela precisa no momento é se recuperar, e ficar sabendo do falecimento dos amigos não vai ajudar em nada! Pra vocês terem uma noção, ela nem se lembra do acidente”.
A estudante de direito passou pela angiotomografia no tórax (variante da tomografia que utiliza técnicas de angiografia para visualizar as artérias e veias do corpo), para a perfeita visualização de placas de gordura ou cálcio no interior das veias e artérias do corpo, e aguarda os resultados. Ela já caminha com ajuda de fisioterapeuta e se alimenta bem.
Entenda o caso
 
Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, 33, atropelou três pessoas às 5h50 da manhã do último dia 23, na Avenida Isaac Póvoas, a poucos metros da faixa de pedestre, em frente à Valley Pub. Ela passou por audiência de custódia na última segunda-feira (24), pagou R$ 9,5 mil de fiança e foi liberada.
 
Professora substituta da Universidade Federal de Mato Grosso, Rafaela dirigia uma caminhonete Renault Oroch. O atropelamento aconteceu no momento em que o público deixava a casa noturna. De acordo com testemunhas do acidente, o veículo estava em alta velocidade quando colidiu com o trio. Além de bater nas três vítimas, o carro conduzido por Rafaela ainda se chocou com um Gol.
 
O carro só foi parar após o semáforo. Imagens registradas por testemunhas e pela Polícia Civil revelam o estado em que ficou o carro após a colisão. A estudante Myllena de Lacerda Inocencio, de 22 anos morreu no local, Ramon Alcides Viveiros foi resgatado com vida, mas não resistiu e faleceu cinco dias depois.
Fonte: http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=453764&noticia=sobrevivente-de-atropelamento-na-valley-sabera-da-morte-dos-amigos-com-ajuda-de-psicologo

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo