Notícias

17/05/2017 00:15

Sugou o que pode: Professora de teatro é presa após fazer sexo oral em aluno de 15 anos

SUGOU O QUE PODE

Professora de teatro é presa após fazer sexo oral em aluno de 15 anos

Polícia foi chamada porque o veículo em que os dois estavam foi estacionado em um cruzamento, bloqueando o tráfego

IG | 15/05/2017 08:55:41

Uma professora de teatro de 33 anos foi presa nos Estados Unidos pela polícia local após ter sido flagrada praticando sexo oral em um aluno de 15 anos. O caso ocorreu nesta semana em Broward County, no estado da Flórida.

De acordo com as autoridades norte-americanas, a professora Pamela Stigger foi encontrada por volta de 2h pela polícia no banco de trás de seu carro com o garoto, que estava nu da cintura para baixo. Os policiais foram chamados porque o veículo estava parado em um cruzamento e obstruía o tráfego.

Apesar de ter sido pega com a boca na botija, a mulher negou que estivesse fazendo sexo com o adolescente. O garoto, entretanto, confirmou aos oficiais que eles realmente estava praticando uma relação sexual. Em outro momento, porém, ela se contradisse e afirmou aos policiais que a culpa era do jovem, que, segundo ela, teria tentado seduzi-la.

Leia também: Na Rússia, homem enfurecido enche o carro da esposa com concreto

Após pagamento de fiança, Pamela foi liberada, mas terá de ficar com uma tornozeleira e será monitorada pela polícia. Ela também foi proibida de se aproximar ou de manter qualquer tipo de contato com o garoto. Mesmo tendo colocado a mulher em liberdade, a Justiça da Flórida afirma que irá prosseguir com as investigações para checar se houve casos semelhantes com outros adolescentes da região.

Desculpa esfarrapada

Ao prestar depoimento em uma delegacia, Pamela mudou novamente sua versão sobre os fatos e disse aos policiais que estava “dando aulas de atuação” ao estudante. Obviamente, a desculpa não colou. A menos que as aulas fossem para atuação em filmes pornográficos. Mesmo assim, ela seria enquadrada pela lei, já que esse tipo de conteúdo não é permitido para menores de 18 anos.

A Broward County Schools afirmou que a professora trabalhava no local desde 2008, mas que, até então, não havia registro de problemas de comportamento. Além da medida cautelar imposta pela Justiça , ela foi demitida do colégio. Agora desempregada, Pamela vai poder refletir sobre aquele velho ditado: onde se ganha o pão, não se chup... quer dizer, não se come a carne.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo